4 thoughts on “S’HQs

  1. Boa noite Adauto

    Não sei se você lembra de mim, mas volta e meia nos esbarramos nos corredores do Paço, há alguns meses (vários deles na verdade), uma série de artigos seus foi de grande ajuda para salvar um EEE-PC, depois do trabalho pronto que notei que o rosto do profile me era familiar.

    Hoje resolvi dar um oi, já que desde essa madrugada laguei mão do “voyerarismo”, e a propósito, quando puder dê uma passada no http://st-4rt.blogspot.com/ também.

    Como não sou mal educado, não vim aqui apenas pedir a visita, e coincidentemente essa imagem que é tão especial para mim, até mesmo já utilizei o tal como pseudonimo por um looongo tempo. Trata-se do melhor quadrinho que existe, feito pelo melhor escritor contemporaneo (na minha opnião ao menos). Adoro tanto dos quadrinhos do Gaiman, quanto dos livros, e os filmes também foram… bons… não concordo que conseguiram pegar a essencia, mas foram bonitos…

    Agora uma questão:
    Quem veio primeiro: Sandman, Edward ou Robert Smith?

    Bom agora vou ficando por aqui, não quero me apossar do seu espaço (na primeira visita)… já falei demais…

    Abraços

  2. Bem, se você é quem estou pensando que você é, creio que talvez saiba quem você é…

    Já no que diz respeito aos quadrinhos, sou um aficcionado e colecionador. Eu ia falar um pouco mais disso aqui, mas como estava ficando um pouco grande – e depois do que já escrevi bem aqui e, principalmente, depois da palestra do Mário Prata na sexta – resolvi transformar essa história num post.

    Basta, por enquanto, esclarecer que também sou fã de Neil Gaiman e em especial dessa maravilhosa criação que foi Sandman. Também já utilizei pseudônimos nessa linha (preciso achar os antigos endereços), tais como Mr. Sandman e Morpheus – MUITO antes do Matrix… Também já utilizei Mr. Jones (referência a um antigo filme de Richard Gere sobre um bipolar) e Constantine – não preciso dizer mais nada, certo?

    Agora, no tocante ao visual… bem, essa é difícil. Edward foi lançado no final de 90 – mas, com certeza, foi filmado nos anos anteriores e em alguma coisa o Johnny deve ter se inspirado para aquele visual. Robert Smith fez sucesso na década de 80, mas The Cure já existia desde 76 ou 77 – e definitivamente não sei quando ele adotou aquele visual. Já Sandman, segundo estudos de datação carbônica, foi lançado em 88, ou seja, mais ou menos à época de seus “rivais” em aparência, de modo que não dá pra ter certeza de quem efetivamente adotou primeiro aquele visual…

    Enfim, seja bem-vindo (de volta, pelo que pude perceber) a esse fantástico mundo bloguístico!

    Abração!

  3. Tsc, tsc… quando utilizava o msn como morpheus_mkvn, era duro explicar pro povo que apesar de eu gostar de Matrix, não era pelo mesmo que eu utilizava tal endereço… mas tudo bem…

    Uma hora dessas irei fazer uma pesquisa e chego a uma resposta definitiva sobre quem veio primeiro, mas eu aposto no Robert.

    Abraços

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *