Justiça decide: esperma é propriedade da mulher

Essa recebi da amiga Sheila, advogada sempre atenta a contribuir com o nosso modesto FEBEAPÁ

Usar esperma para engravidar sem autorização do homem pode render um processo, mas não caracteriza roubo porque “uma vez produzido, o esperma se torna propriedade da mulher”. O entendimento é de uma corte de apelação em Chicago, nos Estados Unidos, que devolveu uma ação por danos morais à primeira instância para análise do mérito.

Nela, o médico Richard Phillips acusa a colega Sharon Irons de “traição calculada, pessoal e profunda” ao final do relacionamento que mantiveram há seis anos. Sharon teria guardado sêmen depois de fazerem sexo oral, e usado o esperma para engravidar. Phillips ainda alega que só descobriu a existência da criança quando Sharon ingressou com ação exigindo pensão alimentícia.

Depois que testes de DNA confirmaram a paternidade, o médico processou Sharon por danos morais, roubo e fraude. Os juízes da corte de apelação descartaram as pretensões quanto à fraude e ao roubo, afirmando que “a mulher não roubou o esperma”, mas o caso por danos morais deverá prosseguir.

O colegiado levou em consideração o depoimento da médica. Ela afirmou que quando Phillips entregou seu esperma, deu “um presente”. Para o tribunal, “houve uma transferência absoluta e irrevogável de título de propriedade e não houve acordo para que o depósito fosse devolvido quando solicitado”.

Ou seja, agora é oficial: os homens não mandam mais em porra nenhuma mesmo!

6 thoughts on “Justiça decide: esperma é propriedade da mulher

  1. Adauto, vc já pensou em colocar na página um serviço do tipo: envie essa notícia para um amigo”??
    Seria legal!
    Saudações

  2. Michelle, gostei da idéia! Já vi isso em outros sites e – de fato – realmente seria legal… Vou dar uma fuçada nos códigos da página e ver o que consigo.

    Valeu pela idéia!

  3. Oficial também é aquele ditado que o homem faz a mulher falar com ele de joelhos e, no entanto, é porque ele está se escondendo debaixo da cama, de terror da mulher….Na próxima encarnação (se é que existe?) queira nascer uma mulher….hehehehe

  4. Me fez lembrar daquela piadinha: Após uma transa, o cara vai até o banheiro para retirar o preservativo, que ele havia colocado sem que a mulher notasse. Estava o cara lá, dando aquele famoso nozinho para jogar a camisinha no lixo, quando e moça, lá da cama, pergunta:
    “benhê, se eu engravidar, como é que vamos chamar a criança???
    e o cara lá do banheiro, preservativo na mão:
    “Querida, se ele conseguir escapar, só vai poder se chamar Mc Guiver!!!!!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *