B1. I – História e Evolução do Computador

A SEGUNDA GERAÇÃO (1958 – 1964)

Construídos com Transistores (inventados em 1948 nos Laboratórios Bell, EUA) utilizando a técnica do circuito impresso, eram chamados de computadores de estado sólido (pois as válvulas trabalham a base de um gás). Tornaram-se mais compactos e rápidos, além de apresentarem um menor consumo de energia e aquecerem bem menos que os da Primeira Geração.

Utilizavam como linguagem de programação as linguagens de montagem (assembly) e algumas das chamadas de alto nível, como o COBOL (Common Business Oriented Language), ALGOL e FORTRAN (Formula Translator). Começaram a ser utilizados como memória os núcleos de ferrite, a fita magnética e os tambores magnéticos.

São exemplos clássicos dessa geração o SIEMENS 2002, lançado em 1958 na Alemanha, e os IBM 1401 e IBM 7094, lançados pela IBM, que chegou a comercializar mais de dez mil unidades dessas máquinas. É dessa época também o surgimento da primeira de uma série de máquinas das quais mais tarde se originaria o primeiro minicomputador – o PDP-1 – da Digital Equipment Corporation (DEC), em 1959.

Apesar das melhorias, ainda apresentavam vários problemas, como a limitação da capacidade de dados (memória).


(anterior)                        (próximo)

2 thoughts on “B1. I – História e Evolução do Computador

  1. Olá, sou estudante de informática e gostaria de saber se você tem algum material ou referência sobre a evolução do computador na Alemanha, uma vez que fora lançado o desafio de pesquisar tal assunto. Muito necessitado disso peço-o que me mande. Gostei muito da postagem.

    No aguardo: Elias

  2. Elias, desculpe-me pela demora em responder-lhe. É que estive procurando nas minhas anotações algum material específico sobre o tópico que você solicitou. Infelizmente não achei nada – quando muito algumas referências, tais como as que já coloquei aqui no site.

    Fico lhe devendo essa…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *