24 maio 2016 - 12:28  

O que esperar

Estava lá o caboclo navegando furiosamente em seu celular buscando encontrar sabe-se lá o quê.

– Adautô!

– Chora.

– Diga lá: você sabe o que significa a sigla “TRT”?

– Fácil.

– Ah é?

– É. TRT significa “Tribunal Regional do Trabalho”.

– …

– Que foi?

– Acho pouco provável que seja isso, considerando que eu estou fazendo uma pesquisa num site de venda de passagens de ônibus para minha esposa. Mais provável que seja “Terminal Rodoviário do Tietê”.

– Então, não importa.

– Como assim, não importa???

– Uai, eu tava certo.

– Lógico que não.

– Lógico que sim. Você perguntou para um advogado o que significa TRT e fiz exatamente o que se espera de qualquer advogado: lhe forneci uma resposta cem por cento correta e cem por cento inútil…


20 maio 2016 - 5:50  

Comentários

INFELIZMENTE ESTE BLOG ESTARÁ FECHADO PARA COMENTÁRIOS POR TEMPO INDETERMINADO (NOVAMENTE).

LAMENTO.

🙁


14 maio 2016 - 10:13  

Pra você que “votou” no Temer…

Leandro Rodriguez Caracortada

“Quem votou na Dilma, votou no Temer também. Então não deveria estar reclamando. Foram vocês que botaram ele lá”. A quem reproduz esse clichê, um esclarecimento:

Quando votei na chapa Dilma-Temer, antes de qualquer coisa, escolhi um programa de governo e um projeto político especificos, em detrimento àqueles que foram derrotados. Isso significa que o compromisso do vice deveria ser dar suporte à presidenta e, na ausência dela, dar continuidade ao projeto que estava em curso e foi democraticamente eleito.

O que ocorre hoje é o contrário disso. Temer articulou a queda da Dilma, se uniu aos opositores derrotados e está colocando em prática o programa de governo deles, que a maioria da população rejeitou nas urnas. Fala em unificação nacional, mas é demagogo, pois não convidou sequer um partido de esquerda para compor sua equipe, entregando o governo inteiro para a direita.

Eu não votei na chapa Dilma-Temer para ver o PSDB e o DEM assumindo ministérios. Nem para ver um governo formado só de homens brancos e ricos. Nem para ver a extinção das políticas para a Cultura, Mulheres, Igualdade Racial, Direitos Humanos e Combate à Fome. Nem para ver um ministro da Justiça que agride estudantes e um da Educação que é contra as cotas e o ProUni.

Se eu quisesse ver tudo isso, teria votado no Aécio. Então, por favor, pare de usar esse argumento ignorante, estude um pouco sobre o nosso atual modelo político e gaste essa sua energia desperdiçada para reivindicar uma reforma política de verdade, como nós temos feito desde sempre.

É traição, é autoritarismo, é GOLPE sim!


13 maio 2016 - 7:00  

Treze de Maio de 2016

Treze de maio.

Dezessete anos!

Tanto tempo…

E dezessete anos atrás?

Às treze horas (e dois minutos).

Pesando 3.370g e cravados 50cm de altura.

Meio metro.

Kevin Hideaki Miura Andrade.

Kevin. Um nome de origem celta, cujo significado é “Rio Estreito”. Nesse caso, uma alusão ao estreito caminho do meio, em que se navega entre o bem e o mal…

Mas vamos ao que interessa: o momento em que o pai coruja expõe fotos de uma vida inteira para plena vergonha do filho adolescente!

😀


1999
No dia em que nasceu.


Uma de nossas primeiras fotos…


Com cerca de seis meses e já tinha a carinha de hoje.


2000
Primeiro aninho. Sempre é de palhacinho!


2001
Lembra do chapéu do Mickey?


2002
A prova de que o magrelo do seu irmão um dia já foi gordinho…
É aquele ali no colo da Márcia!


Na escolinha…


Seu irmãozito! De bochechas altamente mastigáveis!


Aos três anos já cantava como ninguém. Literalmente.


2003
Acho que foi a única vez que fizemos uma festa completa
lá na casa do seu avô Bento…


Aos quatro, nos primeiros movimentos do xadrez.


2004
Pikachu!


A Tropa completa!


2005
Incrível. Nossa família – não o tema. Tá, também…


2006
Amigos e primas.
As duplas (nada sertanejas) César & Daniel e Sara e Sabrine.


2007
Olha aí a turminha Incrível de novo…


2008
Nessa época sua paixão era Jedi.


2009


2010


2011


2012


2013


2014


2015

( Nota de mim para mim mesmo: parece que na medida em que o tempo vai passando cada vez mais vou ficando sem palavras…)


2016
Uma das fotos mais recentes… Uma das poucas em que você não está fazendo (totalmente) cara de monstro, louco ou aloprado!
🙂


12 maio 2016 - 10:11  

Choro, sim.

(Foto de Reginaldo Manente que emocionou o país após a derrota na Copa da Espanha, em 1982)

Choro, sim.
Não há razão para rir quando quem perde é o Brasil.

Socialista Morena

Hoje é um dia triste para o Brasil. Mesmo quem hoje está rindo, soltando fogos, ainda vai se dar conta disso –a não ser que seja cúmplice ou tenha a ganhar pessoalmente com o governo ilegítimo que hoje se instala, esperamos que interinamente.

Não há como o país ficar melhor quando o que moveu os vencedores provisórios dessa disputa foram os sentimentos mais baixos:

– o ódio

– o egoísmo

– a ganância

– o desprezo pela democracia e pelas urnas

– a cobiça

– a irresponsabilidade

– o preconceito de classe

– o rancor

– o machismo e a misoginia

– a vingança

– a traição

– a corrupção (sim, do lado que os que lutaram contra a corrupção estão os maiores corruptos brasileiros)

– o desamor pelo Brasil

– a truculência

– a falta de empatia com os mais pobres e necessitados

– a burrice

Por que a burrice? Porque a escolha por este caminho é, acima de tudo, burra. Havia outras saídas para a crise, como a convocação de eleições gerais. Mas a elite brasileira, apoiada por cidadãos manipulados ou mal-intencionados, e com o suporte da mídia porca que temos, sempre disponível em caso de ameaça à democracia, decidiu pelo golpe. A História mostrará, como em 1964, quem estava do lado da verdade e da Justiça.

Escolhi para ilustrar este post a foto de Reginaldo Manente que marcou o começo de minha adolescência, quando o Brasil foi derrotado pela Itália na Copa do Mundo da Espanha, no estádio de Sarriá, em 1982. Esta imagem saiu na capa do extinto Jornal da Tarde e emocionou milhões de brasileiros. Como esta campanha contra a presidenta Dilma foi simbolizada por pessoas usando a camiseta da CBF, me parece perfeita para o momento. Em breve, acredito, muitos dos que usaram o verde e amarelo da seleção estarão assim, como estamos hoje.

Um triste dia para ser brasileiro, este. Desejo muita força à presidenta Dilma, uma mulher honesta, digna, guerreira. E vítima de uma das maiores injustiças de que se tem notícia. Mas não se enganem: não foi Dilma quem perdeu hoje, foi o Brasil. E não há razão para rir quando o nosso país é derrotado.


12 maio 2016 - 8:28  

Então é assim…

Eis uma cena que não para de se repetir na minha cabeça… 🙁


Páginas:1234567...420»