Todo prosa

Boa dica vinda do Pedro Doria: está de volta Sérgio Rodrigues.

Como?

Quem é esse tal de “Sérgio Rodrigues”?

Tudo bem. Eu também não sabia. Sérgio Ferreira Rodrigues Pereira, jornalista e escritor, autor dos livros O homem que matou o escritor (Objetiva, 2000), What língua is esta? (Ediouro, 2005) e As sementes de Flowerville (Objetiva, 2006). Começou no Rio de Janeiro como repórter da Folha, em 1984, daí em diante atuou nos mais diversos canais de comunicação, já tendo sido correspondente em Londres, repórter especial, subeditor, editor, chefe de redação na TV, editor executivo, etc. Isso tudo era só pra situar, mas os detalhes podem ser lidos nesta entrevista.

Pude perceber que sua postura é a de quem incentiva a todos (principalmente os blogueiros) a serem grandes leitores – até porque grandes escritores não se criam do dia para a noite, através da mera autopublicação e do aprendizado on-line da língua portuguesa.

Autor da interessante frase de que a Internet “ao seu modo caótico, ela está revigorando a palavra escrita em nossa cultura de uma forma que há pouco tempo seria impensável”, Sérgio Rodrigues está de volta com seu blog sobre literatura contemporânea: o Todoprosa.

Sua recomendação para quem quiser insistir em ser candidato a escritor?

“Ler muito, ler tudo, é o primeiro e mais óbvio dos mandamentos. Escrever, escrever e reescrever, o segundo.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *