E agora, José?

Notícia de hoje, 21/01/08:

Justiça investiga possíveis contas ilegais nos EUA do presidente do Tribunal de Contas de SP

SÃO PAULO – A pedido do governo brasileiro, a Justiça americana está investigando possíveis contas bancárias ilegais nos Estados Unidos, que pertenceriam ao presidente do Tribunal de Contas do estado, Eduardo Bittencourt Carvalho. O Ministério Público de São Paulo apura a remessa para aquele país de US$ 15 milhões.

Aí eu pergunto: “Quis custodiet ipsos custodes?”

Quem me escuta?

Isso que eu chamo zelar pelos interesses de seus clientes até as últimas consequências… Publicado no jornal O Estado de São Paulo, de 20/01/08, e recebido por intermédio do clipping da AASP:

Advogados fazem malabarismos contra as escutas

O medo do grampo telefônico tem provocado situações inusitadas. Para fazer um acordo entre dois rivais comerciais, um advogado promoveu encontro em uma praia do Rio. Ali, os dois empresários foram obrigados a trocar ternos por sungas e a conversar na água, segundo o advogado de um deles, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakai, no livro A Era do Escândalo, do jornalista Mário Rosa.

Questões existenciais

Gente, nada pessoal, mas tenho visto tanta coisa entre tanta gente que algumas dúvidas me assolam…

– Já que os homens são todos iguais, então por que vocês, mulheres, escolhem tanto?

– Por que, algum tempo depois de escolhido, vocês sempre passam a dizer que o caboclo tem tantos defeitos que “no mercado” existiriam outros melhores?

– E depois, tendo voltado “ao mercado” e conseguido outro, teimam em dizer que “o antigo” tinha esta ou aquela qualidade insuperável?

Sinceramente?

Não consigo entender…