Dia dos Pais

A vida somente tem verdadeiro sentido quando nos dedicamos de coração a algum tipo de causa, quando almejamos uma meta a cumprir.

Apesar de não conseguir ser tão presente quanto realmente gostaria, tenho essa meta. Chama-se “Minha Família”.

E nesse benfazejo Dia dos Pais que passou ganhei vários presentes: um marcador de livros personalizado, caixinhas porta-trecos e dois jogos de ferramentas de meus filhos mais velhos que estão na escola.

Pois é. Apesar de já ter dito por aqui que a figura do “papai-sabe-tudo” está ficando obsoleta, a figura do “papai-conserta-tudo” continua muito bem, obrigado.

Ah! E do caçulinha eu ganhei um grande e apertado UUUUUPAAAA!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *