Recordar é viver!

Como já devem ter percebido, por esses dias tenho me limitado mais a um Ctrl-C/Ctrl-V do que a escrever algo realmente digno de nota. Talvez a aventura da semana passada tenha consumido a maior parte de minha pseudo capacidade criativa. Talvez eu esteja enfrentando um famigerado “bloqueio de escritor”. Ou talvez eu simplesmente esteja com preguiça. Sei lá.

Como neste dia de hoje devo ficar fora devido a uma pequena viagem a trabalho (com uma sincera esperança de que isso vá me trazer novidades narrativas), deixo por aqui um pouquinho de um gibi de minha coleção que estou (re)lendo, do Laerte. O nome da revista é Striptiras e circulou há não menos que dez e não mais que vinte anos atrás – pela editora Circo. As tiras são dos Gatinhos, um casal composto por um trouxa (na maior parte das vezes) e uma esperta (sempre). Dá pra adivinhar quem é quem?…

REPAROS. Ninguém sabe porque, mas este é o nome de uma peça da válvula da privada. Talvez porque ela vive quebrando e precisando de conserto. E aqui no Brasil é assim: quando você chama o encanador, ele quebra o azulejo. Quando você chama o pedreiro, ele estraga a fiação. Quando você chama o eletricista, ele destrói a pintura. Quando você chama o pintor, ele quebra a porta. Quando você chama o chaveiro, ele pede para ir ao banheiro, fode a vávula e a descarga dispara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *