HUMOR

Aqui temos um pequeno espaço para piadas - é lógico que, como todo bom brasileiro, temos sempre que estar tirando um sarro de alguma coisa, certo? Não tenho a intenção de ofender ninguém e normalmente as piadas que rolarão por aqui serão a respeito de informática e/ou advogados. Se você é do tipo que se ofende com piadas desse gênero, faça-me um favor: NÃO LEIA. Particularmente eu acho que encontramos o equilíbrio quando temos estado de espírito o suficiente para rir de nossa própria profissão, já que o anedotário popular simplesmente reflete os mais íntimos sentimentos arraigados no povo, que expressa suas convicções e anseios através do (bom) humor. E se você acreditar nisso, já caiu na primeira piada... ;)


SE A MICROSOFT RESOLVESSE FABRICAR CARROS

O carro modelo 98 só estaria à venda no final de 99.

Toda vez que a Prefeitura repintasse as faixas divisórias das ruas você teria que comprar um modelo novo de carro.

O motor morreria de vez em quando e você teria que fechar todas as janelas, descer, entrar de novo e religar o carro. Por algum motivo estranho você aceitaria isto sem muita reclamação, e acharia até normal.

Estranhamente, dirigir em determinados bairros ou andar a determinada velocidade também faria o motor morrer, e você também teria que fechar todas as janelas, descer, entrar de novo e religar o carro. Por algum motivo tão estranho quanto o anterior você também acharia isto normal.

Muitas vezes, quando você fosse religar o carro (restart), ele não funcionaria corretamente, e você teria que remover o motor, fazer nada com ele, e colocá-lo de volta. Aí geralmente funcionaria, mas ninguém saberia explicar o porquê.

Você não poderia transportar outras pessoas no seu carro a menos que comprasse o modelo "Carro 95" ou "Carro NT". Mas aí também teria que comprar assentos adicionais por cada pessoa a mais que fosse transportar.

A Sun Motor Systems faria um carro movido a energia solar, duas vezes mais confiável e cinco vezes mais rápido, mas ele só trafegaria em 5% das ruas.

A Apple Motor Inc. faria um carro um pouco mais rápido, um pouco mais fácil de dirigir e apenas um pouco mais caro, mas que maluco compraria um carro que só tem 5% do mercado ?

As luzes de óleo, alternador, medidor de gasolina, etc, seriam substituídas por um único LED chamado "General Car Fault", que poderia acender mesmo quando o óleo, alternador, gasolina e motor deveriam estar OK. Quando esse LED acendesse você teria que desligar o carro direto na bateria, descer, entrar de novo e religá-lo.

A Microsoft não fabricaria os motores mas faria um convênio com uma fábrica especializada. O motor teria 16 válvulas por cilindro com injeção multiponto mas por razões de compatibilidade utilizaria o câmbio e carburador do Fusca.

Haveria um "Motor Pro" com turbinagem mas que, por algum motivo, seria mais lento que o motor normal em quase todas as estradas. O "Motor MMX" teria um sistema de som embutido mas que só funcionaria em ponto-morto.

Os usuários e a imprensa fariam um grande circo sobre as "novidades" dos carros Microsoft, mesmo que estas "novidades" já viessem sendo utilizadas por outros carros há anos e anos.

Nós só poderíamos comprar gasolina Microsoft e óleo Microsoft.

O governo ganharia subsídios dos fabricantes de carros, em vez de pagar-lhes subsídios.

Os assentos novos assumiriam que todos os passageiros tem a bunda do mesmo tamanho, resultando num "boom" da cirurgia plástica.

O sistema de "air bag", antes de disparar, perguntaria "Você tem certeza?"

O volante seria substituído por um mouse, e você teria que decorar um código tipo "control-alt-click botão direito" para frear.

O motor precisaria de um drive interno de 1 GB e levaria em média 10 minutos para esquentar a ponto de andar (dar o "boot").

Se uma porta do carro estivesse aberta ele iria parar automaticamente e perguntar "Abort, Retry, Fail?"

Você teria que fazer uma revisão completa a cada 512 km.

Você teria que examinar o carro minuciosamente para verificar a existência de algum vírus antes de ir a qualquer lugar.

Antes de ir ao centro da cidade você teria que contratar um consultor especializado para reconfigurar sua suspensão.

O velocímetro indicaria 133 mesmo se você estiver a 80. O velocímetro indicaria MHz em vez de km/h, e embora ninguém saiba quantos MHz equivalem a um km/h, todo motorista ficaria orgulhoso do MHz máximo do seu velocímetro, ainda que o carro não atingisse esse MHz máximo.

A Microsoft faria um modelo esportivo conversível, que fundiria o motor logo que se levantasse a capota.

Cada vez que você transportasse um novo passageiro, o carro teria que ser reconfigurado. Depois que o passageiro descesse, as configurações continuariam alteradas. Depois de transportar 16 passageiros o carro ficaria confuso e você teria que reinstalar o motor.


Quais serão as novas mensagens de erros do RWindows 2000? Exclusivamente para você (!), diretamente do site da Microsoft, eis algumas mensagens que farão os usuários de cabelo em pé com o novo RWindows 2000:

- Faltam 345 dias para o Bug do Milênio.

- Bata com muita força no teclado para continuar.

- Digite qualquer número primo de 11 dígitos para continuar.

- Pressione qualquer tecla para continuar ou outra tecla qualquer para sair.

- Pressione qualquer tecla exceto... NÃO, ESSA NÃO!

- Pressione Ctrl+Alt+Del para efetuar um teste de QI.

- Feche seus olhos e pressione ESC três vezes.

- Comando ou nome de arquivo inválido. Vá e fique de castigo no ali no canto.

- Isto encerrará sua sessão do Windows. Deseja jogar outra coisa?

- Erro salvando o arquivo! Deseja formatar seu HD? (S/S)"

- Essa mensagem vem do Deus Gates: Rebootando o mundo, por favor desconecte.

- Para encerrar o sistema, digite WIN .

- Clique Aqui... não... mais para baixo... sobe um pouquinho... isso!

- CAFEDAMANHA.SYS paralizado... Porta CEREAL não responde.

- CAFE.SYS perdido... Insira um copo no porta copos e pressione qualquer tecla.

- Arquivo não encontrado. Devo falsificá-lo? (S/N)

- Mouse não encontrado. Espancar o Gato? (S/N)

- Runtime Error 6D at 417A:32CF: Usuário Incompetente.

- Erro ao acessar o FAT: Tento usar o THIN? (S/N)

- WinErr 16547: LPT1 não encontrada. Use o backup. (LAPIS & PAPEL.SYS)

- Erro de Usuário. Substitua o usuário e pressione ENTER.

- Windows VirusScan 1.0 - "Windows encontrado: Deseja removê-lo? (S/N)"

- Seu HD foi escaneado e todos os programas piratas foram apagados. A polícia está a caminho.

- Isso nunca me aconteceu antes!


Num belo dia, em meio à eternidade, estavam Satan e Jesus discutindo acerca da capacidade de digitação de cada um. Como chegaram a um impasse, resolveram que isso seria decidido em um torneio, onde cada qual teria 30 minutos para provar sua capacidade.

No dia marcado lá estava o canhoto, rodeado de inúmeros capetinhas lamers, armado com um Pentium III, 128 Mb de RAM, HD SCSI de 8 Gigabytes, Multimídia 64 canais, monitor de 17 polegadas, teclado e mouse ergonômicos, Windows e MS-Office 2000 instalados, pronto pra briga.

Logo depois chega Jesus, com um arcaico 386 DX 40, 8 Mb de RAM, HD de 360 Megabytes, só o teclado, sem mouse, e Linux Slackware 3.5 instalado.

- Quá! Quá! Quá! Você espera me derrotar com esse lixo?! - caçoou o diabo.

Em resposta Jesus deu aquele sorrisinho maroto de canto de boca e nada disse.

Foi dado início à prova: o capeta dispara na digitação - e Jesus Cristo segue na dele, no melhor estilo de "catador de milho" de Jerusalém... Aos 10 minutos de prova, o diabo já havia digitado cerca 1 mega, enquanto que o texto de Jesus não chegava a 100 Kb. Aos 15 minutos, o diabo já estava encostando em 1,5 Mb e Jesus - ora, tinha acabado de chegar aos 130 Kb. A comitiva que veio do Paraíso acompanhando Jesus já estava desesperada - iriam perder, e feio, para o Inferno. 20 minutos de prova: Satan já tinha 2 Mb de arquivo digitado e Jesus apenas 180 Kb ! Aos 25 minutos de prova - apenas a 5 minutos do término - a lamerzada que acompanhava o capeta vibrava, o diabo já estava rindo a toa, Jesus seguia lá, digitando, tranquilo, sem se perturbar com nada... Com 27 minutos de prova, BUM - o computador do diabo travou ! "Este programa executou uma operação ilegal e será fechado", era tudo o que aparecia na tela.

- Ah, não! Isso é sacanagem! O único que poderia roubar aqui sou eu! Parem tudo!

Para que a competição não fosse prejudicada, os juízes decidiram comparar o tamanho dos arquivos digitados no momento em que o computador do capeta travou.

- Aí tudo bem! - disse o diabo exultante, certo de que não tinha como perder.

Contudo verificou-se que, enquanto o arquivo de Jesus Cristo tinha modestos 207 Kb, o de Satan tinha 0 Kb! Com esse resultado, a vitória foi dada a Jesus, que botou seu computadorzinho debaixo do braço e voltou assobiando para o Paraíso.

MORAL DA HISTÓRIA: Só Cristo salva...

Corolário: dizem que o capeta está lá embaixo, puto da vida com o resultado da competição, só esperando o momento que o Bill Gates volte...


Estavam perdidos na floresta um arquiteto hindu, um contador judeu e um advogado brasileiro.

Ao cair da tarde os três encontraram um modesto sítio perdido por ali. Aproximaram-se e bateram à porta. Atendeu um senhor de certa idade:

- Pois não?

O contador judeu, adiantando-se começou a explicar o caso:

- Sabe o que é: estamos perdidos e a noite está caindo! Seria possível passarmos a noite por aqui para que de de manhã continuemos a procurar a saída desta floresta?

O senhor respondeu:

- Tudo bem! Só tem um problema: o espaço aqui na casa só da para dois. Algum de vocês vai ter que dormir no celeiro.

O arquiteto hindu se prontificou:

- Eu vou. Não há problema algum.

E foi-se. E os outros entraram...

Dali a dez minutos - Toc! Toc! Toc! - Batem à porta. Foram atender e encontraram o arquiteto hindu:

- Sabe o que é: não haveria nenhum problema em eu dormir no celeiro, mas é que lá há uma vaca que para mim é um animal sagrado. Eu não posso dividir o mesmo local com a vaca, pois considero isto um desrespeito.

O contador judeu se prontificou:

- Tudo bem! Eu vou dormir no celeiro.

E foi-se. E os outros entraram...

Dali a dez minutos - Toc! Toc! Toc! - Batem à porta novamente. Foram atender e encontraram o contador judeu:

- Sabe o que é: não haveria nenhum problema em eu dormir no celeiro, mas é que lá há um porco que para mim é um animal impuro. Eu não posso dividir o mesmo local com o porco, pois considero isso um desrespeito às minhas convicções.

O  advogado brasileiro se prontificou:

- Tudo bem! Eu vou dormir no celeiro.

E foi-se. E os outros entraram...

Dali a dez minutos - Toc! Toc! Toc! - Batem à porta Outra vez. Eram o  porco e a vaca...


Um advogado, estelionatário, tipo 177, morreu e ao chegar no Céu, foi recusado imediatamente por São Pedro, remetendo-o ao Inferno. Ao chegar ao Inferno, devido sua astúcia e espertezas foi nomeado consultor jurídico do Diabo. Passado um mês, São Pedro surpreendeu-se, ao ver a indignada alma novamente em sua porta devolvida por Satã, para que a mesma ficasse no purgatório, a fim de cumprir mil anos de penitência, sem nenhum direito a redução de pena ou liberdade condicional. Tudo só ficou bem esclarecido, quando São Pedro leu o ofício que assim dizia:

"Inferno, 3 de junho de 1997.

Caro inimigo São Pedro. Devolvo, com o presente ofício, a alma do causídico que me foi enviada por Vossa Santidade, por absoluta impossibilidade de mantê-lo em meus domínios, pelos seguintes motivos:

I - Apesar de nomeado meu consultor jurídico, ao qual depositei a mais profunda confiança, abriu um consultório em frente ao meu e convenceu milhares de capetas, súditos meus, a ingressarem com ações trabalhistas, pedindo insalubridade, periculosidade, adicional de tempo de serviço, e os demais direitos. Só de horas extras devo pagar mais de 300.000.000.000, desde a criação do Universo.

II - Depois ingressou com um recurso junto ao Supremo Tribunal Infernal, contra a minha satânica pessoa, dizendo que eu tinha concentração e excesso de poder sobre meu súditos.

III - O pior é que a situação ficou mesmo insustentável, pois a maldita alma, ora devolvida, abriu uma imobiliária, loteou o Inferno e começou a vender as possessões satânicas em módicas e suaves prestações.

IV - Como ainda existia muita posse satânica, inconformado por já não ter dinheiro para tirar dos demais demônios, resolveu criar um Partido Traidor e distribuir glebas para os demais.

Assim, para que o Inferno não desapareça e eu possa continuar com o meu poder, não o quero mais aqui.

Saudações infernais.

Lúcifer".


No início, existia o Plano.

E então vieram as Premissas.

E as Premissas não tinham forma.

E o Plano não tinha substância.

E a escuridão cobriu a face dos Funcionários.

E eles disseram entre si: "É um balde de merda, e ele fede."

E os Funcionários foram aos seus Supervisores e disseram: "É um pote de excremento animal, e não podemos viver com o cheiro."

E os Supervisores foram aos seus Gerentes dizendo: "É uma caixa de adubo, e ele é muito forte, de forma que não podemos suportá-lo."

E os Gerentes foram aos seus Diretores dizendo: "É um recipiente de fertilizante, e não podemos resistir a sua força."

E os Diretores comentaram entre si: "Ele contém aquilo que ajuda as plantas a crescerem, e é muito forte."

E os Diretores foram aos Vice-Presidentes dizendo a eles: "Ele promove crescimento, e é muito poderoso."

E os Vice-Presidentes foram ao Presidente dizendo para ele: "Esse novo plano irá ativamente promover crescimento e vigor para a Empresa, com efeitos muito poderosos."

E o Presidente olhou para o Plano, e disse que ele era muito bom.

E o Plano virou Política da Empresa.

E é assim que a merda acontece ! (shit happens!)