Profunda questão

Alguém por aí já parou sinceramente para pensar nisso?

Mas de verdade mesmo?

Particularmente eu não sei… Eu não sei…

É uma questão tão profunda quanto difícil de responder!

Resgatar os sonhos de infância – de infância mesmo -, pensar no mundo em que não pensávamos, nos problemas que não tínhamos, nos adultos que nos cercavam, no futuro que aguardávamos, nos nossos planos, sonhos, devaneios e no que efetivamente nos tornamos hoje. É um desafio.

Hoje, ainda, não sei.

Preciso pensar, pensar…

Pensar.

4 thoughts on “Profunda questão

  1. Preciso pensar muuuuiiitooooo pra tentar chegar a alguma conclusão, se é que isso é possível…

  2. Eu nunca havia pensado, até que meu analista disse:
    Preste atenção em vc e olhe ao seu redor….vc é aquela que deu certo!
    Acho que se a criança que eu fui não tivesse orgulho, pelo menos não se envergonharia.

  3. No dia em que eu conseguir reencontrar a criança que eu fui – oculta que está sob as mais diversas camadas de vida e de vivência – bem, nesse dia perguntar-lhe-ei.

    No mais, me restam dúvidas…

    :-/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *