Reinventando a Gramática

Emília que se cuide!

Essa veio do Rubem Alves, do livro Quarto de Badulaques:

A menina, baseada em sólidos argumentos linguísticos, discordava: Não, o nome não pode ser “canteiro”. Canteiro é um lugar de canto. Um lugar onde crescem as plantas deve ser “planteiro”.

2 thoughts on “Reinventando a Gramática

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *