4 ago 2009 - 5:49  

Maria Emerenciana de Andrade

Antes de mais nada é merecida a pergunta: “e quem foi Maria Emerenciana de Andrade?”. Foi minha tetravó e pentavó ao mesmo tempo! Explico. De minhas pesquisas pessoais pude chegar até meus trisavós, com direito a cópia de certidão de casamento num obscuro cartório no interior de Minas e tudo o mais. Porém foi através desse inventário que pude “subir” na genealogia da família, pois aqui é que aparece meu trisavô Joaquim Theodoro de Andrade, herdeiro e filho de Maria Emerenciana, devidamente casado com minha trisavó, Maria da Glória Teixeira Guimarães, também herdeira e neta de Maria Emerenciana…

Daí o porquê de ela ser, simultaneamente, minha tetravó e pentavó. Tudo porque o tio casou com a sobrinha – não se assustem, antigamente isso era mais comum do que se possa imaginar!


 INVENTÁRIO DE MARIA EMERENCIANA DE ANDRADE

 ----------------------------------------------------------------------
 | Arquivado no Museu Regional de São João del Rei - Caixa 413        |
 | Transcrito por: Edriana Aparecida Nolasco                          |
 | Transcrito em : 2003                                               |
 | Solicitante   : Maria Nazaré de Carvalho                           |
 | Objetivo      : Dados Genealógicos                                 |
 | Inventariada  : MARIA EMERENCIANA DE ANDRADE                       |
 | Inventariante : FRANCISCO TEIXEIRA DE ANDRADE                      |
 | Inventário em São João del Rei em 1868                             |
 | Número de folhas originais: 292                                    |
 ----------------------------------------------------------------------

 - FL.002 -

 Diz Francisco Theodoro Teixeira, morador no Distrito de Madre de  Deus
 deste  Termo,  (...),  que  tendo  falecido  sua  mulher  Dona   Maria
 Emerenciana de Andrade, sem testamento, (...) 

 - FL.003 -

 Procuração 

 Data – 07 de abril de 1868 

 Local – Arraial de Madre de Deus, Termo de São João Rei 

 QUE FAZ – Francisco Theodoro Teixeira, morador nesta  mesma  Freguesia
 de Madre de Deus. 

 - FL.010/VERSO -

 JURAMENTO DO INVENTARIANTE 

 DATA – 02 de setembro de 1868 

 LOCAL – Fazenda do Retiro dos Dois Irmãos, Termo da cidade de São João
 de Rei, Minas e Comarca de Rio das Mortes 

 DECLARAÇÃO 

 (...) e logo por ele foi dito que sua mulher faleceu sem testamento no
 dia sete de fevereiro do corrente ano (...) 

 FILHOS 

 1. Manoel  Teodoro  Teixeira,  casado  com  Dona  Delfina  Cândida  de
    Andrade. 

 2. Antônio Teodoro de Santana,  falecido,  casado  que  foi  com  Dona
    Margarida Teixeira Guimarães, deixou filhos,  posteriormente  serão
    declarados. 

 3. José Teodoro  Teixeira,  casado  com  Dona  Esmênia  Leopoldino  de
    Andrade. 

 4. Dona Maria Venância de Andrade, casada com Diogo Joaquim Alves.

 5. João  Gualberto  Teixeira,  casado  com  Dona  Margarida   Teixeira
    Guimarães.

 6. Venâncio  Teodoro  de  Andrade,  casado  com  Dona  Ana  Bernardina
    Teixeira. 

 7. Dona  Delfina  Teodora  Teixeira,  casada  com  Antônio   Tereziano
    Nogueira. 

 8. Dona Jesuína Emerenciana de Andrade, casada com Pedro  Ferreira  da
    Cunha. 

 9. Francisco Teodoro Teixeira  Júnior,  casado  com  Dona  Emerenciana
    Eufrasina de Resente. 

 10. Joaquim Teodoro de  Andrade,  casado  com  Dona  Maria  da  Glória
     Teixeira. 

 11. Marciano Onostório Teixeira, casado  com  Dona  Maria  Esmênia  de
     Resende. 
  

 NETOS, FILHOS DE ANTÔNIO TEODORO 

 1. Francisco de Paula Guimarães, solteiro, com vinte e um anos. 

 2. José Venâncio Teixeira, solteiro, com vinte anos. 

 3. Dona Maria da  Glória  Teixeira,  casada  com  o  herdeiro  Joaquim
    Teodoro. 

 4. Domingos Teodoro, solteiro, com dezoito anos pouco mais ou menos; 

 5. Dona Maria Venância Teixeira, solteira, com quatorze anos. 

 6. Dona Maria Emerenciana Teixeira, solteira, com doze anos. 

 - FL.014 -

 PROCURAÇÃO 

 DATA – 26 de Maio de 1868 

 LOCAL – Freguesia de Santa Isabel do Rio Preto,  Termo  de  Valença  e
 Comarca de Vassouras em casa de residência de Pedro Ferreira da  Cunha
 Sobrinho. 

 QUE FAZ – Pedro Ferreira da Cunha Sobrinho e  sua  mulher  D.  Jesuína
 Emerenciana de Andrade, moradores  neste  Distrito  à  margem  do  Rio
 Preto. 

 - FL.015 -

 PROCURAÇÃO 

 DATA – 04 de Maio de 1868 

 LOCAL – Vila de Caconde, da Província de São Paulo 

 QUE FAZ – Tenente Antônio Tereziano Nogueira e sua mulher Dona Delfina
 Teodora Teixeira Nogueira, residentes na mesma Vila de Caconde. 

 - FL.018/VERSO -

 DESCRIÇÃO DOS BENS 

 - Trastes de uso; objetos de cobre, instrumentos agrícolas; uma Ermida
   com oratório; 

 - Animais:  porcos,  leitões,  vacas,  novilhas,  garrotes,   cavalos,
   bestas, burros, jumentos, etc. 

 - Escravos em número de 67 

 BENS DE RAIZ 

 - Fazenda do Retiro que se compõe de campos e culturas......26:000$000

 - Benfeitorias da mesma Fazenda a saber: casas de vivenda cobertas  de
   telhas, senzalas, casas de rancho de carro, tenda, moinho,  monjolo,
   olaria, quintal com arvoredos..............................2:000$000

 - Casas do Retiro Olho de Sono com utensílios para fazer queijo.......
   .............................................................200$000 

 - Fazenda do Antimônio que se compõe de terras de cultura e campos  de
   criar.....................................................16:000$000 

 - Engenho de cilindro com seus utensílios....................2:000$000

 - Engenho de pau velho.........................................100$000

 - Benfeitorias da Fazenda do Antimônio que compõe de casas de vivenda,
   engenho, moinho, senzalas,  tudo  coberto  de  telhas,  com  monjolo
   coberto de capim...........................................1:500$000

 - Cana que está na moenda......................................700$000

 - Canavial novo................................................800$000

 - Casas na Capela do Espírito Santos com fundos para quintal...300$000 

 - Fazenda do Leme que se compõe de terras  de  culturas  e  campos  de
   criar no Distrito de Carrancas............................16:000$000 

 - Benfeitorias do Leme: casas de vivenda cobertas de telhas,  quintal,
   moinho, monjolo..............................................600$000

 - Dívidas ativas e passivas 

 - FL.030 -

 DOTES

 - Manoel Teodoro Teixeira .................................. 2:500$000

 - Antônio Teodoro Teixeira ................................. 1:300$000 

 - José Teodoro Teixeira .................................... 3:060$000 

 - Dona Maria Venância ...................................... 2:024$560 

 - João Gualberto Teixeira .................................. 2:100$000 

 - Venâncio Teodoro de Andrade .............................. 2:325$000 

 - Dona Delfina Teodora Teixeira ............................ 1:903$040 

 - Dona Jesuína Emerenciana de Andrade ...................... 1:908$440 

 - Francisco Teodoro Teixeira Júnior ........................ 1:950$000 

 - Joaquim Teodoro de Andrade ............................... 1:230$000 

 - Marciano Onostério Teixeira .............................. 1:950$000

 - FL.031/VERSO -
  
 MAIS BENS DE RAIZ NO TURVO 

 - Mais trastes de uso, animais, 02 escravos 

 - Terras de culturas e campos de criar  no  lugar  denominado  Córrego
   Fundo......................................................9:000$000

 - Casa coberta de capim no mesmo lugar chamado Córrego Fundo....50$000 

 - Casa coberta de  telha  envidraçada  com  seus  respectivos  fundos,
   situada nesta cidade de Turvo..............................4:000$000

 - Mobília da mesma casa........................................147$000 

 - FL.052 -

 PROCURAÇÃO 

 DATA – 02 de Setembro de 1868 

 LOCAL – São João Del Rei 

 QUE FAZEM – Manoel Teodoro de Andrade Teixeira; José Teodoro Teixeira;
 Diogo Joaquim Alves por cabeça de sua mulher Dona  Maria  Venância  de
 Andrade;  João  Gualberto  Teixeira;  Venância  Teodora  de   Andrade;
 Francisco Teodoro Teixeira Júnior; Joaquim Teodoro de Andrade por si e
 por cabeça de sua mulher Dona  Maria  da  Glória  Teixeira  Guimarães,
 Marciano Onostério Teixeira de Andrade. 

 - FL.072 -

 AUTO DE PARTILHA 

 MONTE MOR – 132:309$160 

 MONTE LÍQUIDO - 131:609$160 

 MEAÇÃO DO VIÚVO – 40:920$053 

 PARA CADA HERDEIRO – 5:741$608 

 - FL.101 -

 Dizem Francisco de Paula Teixeira e José Venâncio Teixeira,  moradores
 na Freguesia de Madre de Deus, do Termo desta  cidade,  nos  autos  de
 Inventário dos bens a que por este Juízo se procedeu  por  falecimento
 de sua avó, Dona Maria Emerenciana  de  Andrade,  que  tendo  sido  os
 suplicantes emancipados nos respectivos autos de Inventário  dos  bens
 do finado seu Pai Antônio Teodoro de Santana (...) 

 - FL.110 -

 Diz Pedro Ferreira da Cunha, por cabeça de  sua  mulher  Dona  Jesuína
 Emerenciana de Andrade que na partilha a que se procedeu no Inventário
 dos bens da finada Dona Maria Emerenciana de Andrade (...) de haver do
 co-herdeiro José Teodoro Teixeira, e como este é demente (...) 

 - FL.115 -

 Diz o Capitão Manoel Teodoro de Carvalho, (...) José Teodoro  Teixeira
 antes de ser  declarado  interdito  tendo  falecido  sua  mulher  Dona
 Ismênia Leopoldina de Andrade. 

 - FL.120 -

 PROCURAÇÃO 

 DATA - -5 de Outubro de 1872 

 LOCAL – Cidade de Turvo, Minas e Comarca do Baependi 

 QUE FAZEM – José Batista de Almeida e Souza, por cabeça de sua  mulher
 Maria Venância Teixeira. 

 - FL.121 -

 Certifico que revendo o Livro que serve para registros dos  Casamentos
 feitos nesta Freguesia nele a folha 23 consta o seguinte: 

 No dia 25 de Setembro de 1872, no Oratório da Fazenda dos Dois Irmãos,
 pelas 04 horas da tarde  receberam  em  Matrimônio  os  nubentes  José
 Batista de Almeida e Souza e Dona Maria Venância Teixeira,  que  deram
 seus consentimentos por palavras de presente à vista  das  testemunhas
 Manoel Ribeiro do Vale e Francisco de Paula Teixeira, além  de  outras
 muitas pessoas que presente  estavam  e  lhes  dei  a  bênção  nupcial
 precedendo tudo os  depoimentos  verbais.  E  para  constar  fiz  este
 Assento.

 Madre de Deus, Era et supra 

 O Vigário João Bernardes de Souza 

 - FL.123 -

 Diz Dona Maria Emerenciana do Carmo que no Inventário e  partilha  dos
 bens por falecimento de Dona Maira  Emerenciana  de  Andrade,  avó  da
 Suplicante, entrou (...) iguais à suplicante e a seus irmãos  Domingos
 e Dona Maria Venância (...) 

 Dizem José Venâncio Teixeira e sua  mulher  Dona  Maria  Policarpa  de
 Novaes Teixeira; José Batista de Almeida e Souza  e  sua  mulher  Dona
 Maria Venância Teixeira; Francisco de  Paula  Teixeira  e  sua  mulher
 Dona Maria Custódia de Carvalho Teixeira; Domingos Teodoro Teixeira  e
 sua mulher Dona Maria Emerenciana Teixeira; Joaquim Teodoro Teixeira e
 sua mulher Dona Maria Emerenciana do Carmo, netos da finada Dona Maria
 Emerenciana de Andrade, que eles  suplicantes  acordaram  entre  si  a
 procederem a partilha amigável e convencional dos escravos (...)



1 Comentário

Tem alguma coisa a dizer? Vá em frente e comente!


Digite abaixo quanto é 7 + 8? (ora, vamos: você consegue...)