Gripe – IV

Talvez o maior problema de ter um “pseudo-blog” é que a gente corre o sério risco de escrever sobre coisas sobre as quais já falamos antes. Pura repetição. Como já contei com detalhes sobre o que seria um homem com gripe (para quem quiser ler o texto original está por aqui no blog em algum lugar…), só me resta repetir a constatação final daquele post anterior, dita pelas mulheres lá do trabalho: “Realmente, vocês homens são todos iguais; basta pegar um resfriadinho à toa que já ficam manhoooooosos…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *