Recordando…

E eis que já tá acabando o ano…

Numa noite insone, diretamente das sombrias catacumbas de meu computador, eis que encontrei alguns bons e velhos textos e poemas interessantes, que me tocam a alma…


O que é REALMENTE IMPRESSIONANTE é que o poema seguinte tanto pode ser lido no sentido normal quanto de trás para frente (verso a verso) – o que muda totalmente seu sentido…

Não te amo mais.
Estarei mentindo dizendo que
Ainda te quero como sempre quis.
Tenho certeza que
Nada foi em vão.
Sinto dentro de mim que
Você não significa nada.
Não poderia dizer jamais que
Alimento um grande amor.
Sinto cada vez mais que
Já te esqueci!
E jamais usarei a frase
EU TE AMO!
Sinto, mas tenho que dizer a verdade
É tarde demais…

CLARICE LISPECTOR


EU QUISERA

Eu quisera que encontrasses nos meus olhos
Todas as respostas que não sei te dizer;
Eu quisera que procurasses dentro de mim
Tudo o que ainda não consegui encontrar;
Eu quisera que estivesses realmente segura do que és – és tu para mim;
Eu quisera que todo meu ser não tivesse um só segundo para mim
Eu quisera muitas coisas
Mas resumindo, eu só quero que tu me queiras
Eu quisera acima de tudo o teu amor.


ISMÁLIA

Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar…
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.

No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar…
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar…

E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar…
Estava perto do céu,
Estava longe do mar…

E como um anjo pendeu
As asas para voar…
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar…

As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par…
Sua alma subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar.

ALPHONSUS DE GUIMARAENS


LIBERDADE

Você tem liberdade de ser você mesmo, de ser o seu próprio eu, aqui e agora, e não há nada que possa impor-se no seu caminho. Essa é a lei da Grande Gaivota, a lei que é. Cada um de nós é uma ilimitada idéia de liberdade, uma imagem da Grande Gaivota, e todo o corpo de vocês, da ponta de uma asa à ponta da outra, não é mais que o próprio pensamento de vocês.

Se a nossa amizade depende de coisas como o espaço e o tempo, então quando finalmente ultrapassarmos o espaço e o tempo, teremos destruído a nossa fraternidade. Mas, ultrapassado o espaço, tudo o que nos resta é AQUI. Ultrapassado o tempo, tudo o que nos resta é AGORA. E entre AQUI e AGORA você não crê que poderemos ver-nos uma ou duas vezes?

RICHARD BACH

Tirinha do dia:
Desventuras de Hugo...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *